Fragmentos de Poesia
Poesia faz o meu canto...os sonhos são o meu suporte...na poesia enxugo meu pranto...enquanto procuro meu Norte...
11 de Agosto de 2010

 

 

De corpo franzino e com pé no chão,

 É um peregrino na estrada da vida,

Ruma ao luar com migalha na mão.

Olhar distante e a estrada é tão comprida!

 

Busca em atalhos, respostas e pão

Tem fome de afecto, e segue a sua lida.

Segue um caminho cumprindo a missão

Tem frio no olhar, no Mundo guarida.

 

No silêncio da tela a sua voz brada,

Pequeno caçador seguindo a estrada,

Com olhar de esperança e alma abatida.

 

Na caça encontrou sua sobrevivência,

E o pintor tracejou sua inocência,

Com traços de dor, de criança sofrida.

 

Cecília Rodrigues

Nova revisão-2010

  

 (dedicado a " The Little Hunter" de Analua Zoé, no cenário As Letras da Pintura; (tema proposto pelo Grupo Ecos da Poesia)

publicado por Cecilia Rodrigues às 00:52 link do post
badge
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31
Posts mais comentados
5 comentários
1 cometário
1 cometário
mais sobre mim
blogs SAPO