Fragmentos de Poesia
Poesia faz o meu canto...os sonhos são o meu suporte...na poesia enxugo meu pranto...enquanto procuro meu Norte...
05 de Julho de 2009

 

 

 

Apraz-me o tempo, esta felicidade;
Ter-se o tempo, sem ter o tempo em conta.
A conta do tempo, ida a mocidade!
E ainda hoje a mocidade aponta;


E na conta desta áurea saudade;
Plenos os sonhos, fúlgidas quimeras.
Na luz do olhar quiçá, já sem idade...
Tempos de Outono, contam primaveras!


Indelével o meu sonho persiste,
Basta-me saber que o tempo i'nda existe,
E que o futuro, ainda está á  espera;


Traços concretos em  novos ideais;
Edificam castelos em meu cais...
Onde o tempo anuncia a nova Era!

 

 

Cecília Rodrigues
Junho_07
 

publicado por Cecilia Rodrigues às 01:01 link do post

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

badge
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31
Posts mais comentados
5 comentários
1 cometário
1 cometário
mais sobre mim
blogs SAPO